musique
7 months ago with 19 notes / via
Reblog

Happy Birthday Andrew Russell Garfield!

8 months ago with 27 notes / via
Reblog

notfreaky:

Nada como a maior parte das garotas de Hogwarts com roupas minúsculas e com cheiro de firewhiskey, huh, Remmy? Pensei que você fosse diferente de seus amigos…

image

Quanto ao abraço, vem cá!

image

Lils, eu… eu… Não é por isso que estou falando que adorei a festa. Sei que vai soar clichê, mas estar aqui vivo e saudável com meus amigos é bom demais. Mais do que bom, é algo brilhante!

E obrigado pelo abraço e pelo presente que me deu hoje pela manhã. Senti que até o James ficou meio enciumado. E olha que ele geralmente disfarça muito bem e… Bom, acho bom não continuar nesse assunto, já tomei firewhiskey suficiente. Aliás, o que está achando da festa?

8 months ago with 2 notes / via / source
Reblog

Ok, esse está sendo, até agora, o melhor aniversário da minha vida. E não digo isso porque já tomei algumas firewhiskeys, só estou sendo sincero mesmo. Não vou me esquecer desse dia nunca. Alguém me dá um abraço?

8 months ago with 2 notes
Reblog

8 months ago with 2 notes
Reblog
ϟ Harry Potter Meme |  seven relationships [2/7]  - Remus & Tonks
“But I don’t care either, I don’t care!” said Tonks, seizing the front of Lupin’s robes and shaking them. “I’ve told you a million times…”
“And I’ve told you a million times,” said Lupin, refusing to meet her eyes, staring at the floor, “that I am too old for you, too poor… too dangerous…”

8 months ago with 743 notes / via
Reblog
8 months ago with 194 notes / via
Reblog

Ain’t no party like a marauder’s party | @Marauders

Completar dezoito anos de idade deveria ser um momento de pura realização e festejo ao ver da maioria dos jovens bruxos de Hogwarts. Envelhecer e ganhar autonomia, deixar o castelo e tomar suas próprias decisões. Seguir alguma carreira profissional, casar, ter filhos. Era como se cada ano que se passasse as pessoas começassem a almejar por mais isso e aquilo, criando mais sonhos e realizando aspirações antigas. Repensando acontecimentos bobos e aprendendo coisas novas sobre si mesmo ou sobre o resto das pessoas.

Entretanto, para Remus Lupin, encontrar toda a magia de um aniversário de 18 anos como todos os outros pareciam encontrar era um evento muito mais complicado. Não era uma novidade que a licantropia naturalmente afetava a vida do rapaz em uma série de coisas, mas de certa forma, pensar em tudo aquilo que perderia pela frente o fazia uma pessoa muito mais melancólica e reflexiva que o resto das pessoas. Lupin sabia que lamentar era algo fraco e dispensável, mas fazê-lo era algo que ultrapassava o limite do racional e tomava conta dos dias anteriores e, talvez, posteriores a data de nascimento do rapaz.

A manhã de aniversário havia sido muito mais morna que a maioria dos dias daquele início de mês. O sol estava mais vivo e os marotos não poderiam ter acordado Lupin de maneira mais calorosa que a habitual para dias como aquele, atirando travesseiros e puxando seus lençóis depressa, ameaçando o rapaz com bombas de bosta, gritando frases bobas que o parabenizavam de uma maneira ridícula e bagunçando ainda mais seus cabelos claros. Tudo e um pouco mais para transformar desde muito cedo aquela data em um dia memorável e animar o amigo tão cheio de problemas e receios. Por sua vez, Remus costumava agir sempre do mesmo modo, falava um ou dois palavrões puxando seu travesseiro de volta, depois se colocava de pé e recebia presentes dos amigos, que pareciam preocupados com ele de uma forma tão sincera que o rapaz se sentia tanto culpado como grato pela amizade única que tinha com James, Sirius e Peter.

Quando anoiteceu Remus tomou um banho quente e colocou uma roupa casual, como qualquer outra que costumava vestir quando ia a Hogsmeade, passeio que os amigos tinham prometido fazer naquela noite de comemoração. Porém, de uma forma ou de outra, Remus já tinha sinceras desconfianças de que a caminhada pela passagem secreta e a noite com firewhiskeys era apenas uma estória criada pelos amigos para esconder algo mais. Lupin estava acostumado a saber quando os marotos mentiam, até mesmo quando Sirius o fazia, e sabia que a noite deles tinha um tom de mistério que sua razão dizia se concretizar mais tarde em uma festa surpresa.

- Ela não vai estar lá. – Falou virando os olhos um pouco irritado com James e sua insistência no fato de que Jessica Grabowski estaria no Três Vassouras aquela noite, Lupin não entendia a repetição do amigo com aquela informação, algo que já estava lhe dando nos nervos àquele nível do dia, o jovem tinha um interesse muito grande pela ruiva/loira e era difícil esquecer daquilo se o outro o fazia lembrar tanto disso. O Potter já estava encostando os dedos na maçaneta da porta da Sala Comunal da Grifinória, enquanto Peter seguia um passo atrás dele. O próprio Remus se demorava à espera de Sirius, que havia esquecido o Mapa do Maroto no dormitório e terminava de descer as escadas com o objeto de valor nas mãos logo que Lupin se pronunciou uma segunda vez. – É como se ontem tivesse sido noite de lua cheia e eu tivesse engolido todos os alunos. – Sibilou com um semblante de curiosidade, já que não havia visto uma alma penada de sua turma caminhar pela Sala Comunal desde pouco antes do anoitecer. Remus estava um pouco tocado pelas implicâncias de James e parecia ter-se esquecido de que uma festa surpresa que havia imaginado por tanto dias estava prestes a acontecer.

9 months ago with 3 notes
Reblog
HW